Pesquisar este blog

Carregando...

Aviso importante: Não se atrase para o ENEM

Uma rapidinha. Tudo bem que eu estou atrasado, que eu estou escrevendo esse texto aos 45 minutos do segundo tempo, mas acho que o recado que eu vou passar aqui é tão importante que merece que se passe.

Por favor, quem for prestar ENEM hoje (na verdade, daqui a pouco, as 13 horas) não se atrasem. Para vocês que acampam e chegam adiantados para o Show do Justin Bieber, não se atrasem para o ENEM. Não se atrasem ou então acontecerá isto com vocês:


É isso que eu tinha para passar.

O quê? Você ainda não está convencido de que não se deve atrasar para o ENEM? Então darei mais razões. Esta:


Esta:


E mais esta:

Palavra da salvação. Amém

Convencidos agora?

PS: Sim, conheço o conceito de Schadenfreude. E sim, este é um texto caça para-quedista. Algum problema?

Feliz dia do saci. Para você que lembra só hoje que existe folclore brasileiro.

Diet = Dietético. Belo exemplo de defesa do idioma.

UAU!! Agora que eu fui ver o título desse texto ficou um tanto grande. Mais um pouquinho e ficaria igual aos títulos dos textos do Gaynaldo Reinaldo Azevedo. Credo!!

Ultimamente eu ando meio desligado. Deve ser por conta das férias. Ando tão desligado que se eu não fizesse uma atividade extremamente arcaica e que remonta aos nossos ancestrais neandertais do século XX que é ligar uma televisão e assistir ao que está se passando nela, passaria batido que hoje é dia 31 de outubro, dia das bruxas, dia do Halloween e...

Ops. Perdão. Esqueci que aqui é Brasil, porra!!! Aqui não tem essa de comemorar o dia das bruxas e dia do Halloween, mas sim o dia do Saci.

Isso, hoje é dia do Saci. Hoje, graças a uma brilhante ideia do comunista Aldo Rebelo, como várias brilhantes ideias dele, que serão mostradas mais adiantes, hoje comemoramos, como uma resposta extremamente infantil ao Halloween e a imposição e dominação cultural do malvado e maligno império estadunidense, o dia do Saci.

E graças a essa brilhante ideia do Aldo Rebelo, o dia 31 de outubro tornou-se um dia especial. Um dia que, juntamente com o dia sete de setembro, faz aflorar um grande mostra de patriotismo. Uma grande mostra de um patriotismo idiota, ridículo, imbecil, infantil e estúpido; e que faz com que a pessoa só se lembre neste dia que existe folclore nacional.

Primeiramente que Halloween não tem nada de americano, nem surgiu nos EUA. Halloween, que vem de All Hallows' Eve e significa "véspera do dia de todos os Santos" (e por causa disso, também não é uma festa satânica, como alguns membros do MV-Brasil acham que é) tem como origem as tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcas das diferenças em relação às atuais abóboras ou da muita famosa frase “doces ou travessuras”, exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o Halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente "fim do verão"). Assim como a Priss, também peguei esse texto da wikipedia. E assim como a Priss, deixo o mesmo recado: Se quiser fazer uma pesquisa mais aprofundada e elaborada, existe uma ferramenta chamada Google.

E além do mais, sejamos sinceros senhores (aliteração não intencional), o folclore brasileiro é muito chato. Muito chato e desinteressante. Vamos falar a verdade, o que é mais legal e interessante? Boitatá, curupira, caipora, iara e saci ou bruxas, bruxos, múmias, fantasmas, zumbis e vampiros (apesar da grande boiolização que a criatura vem sofrendo atualmente)? A única criatura legal do folclore brasileiro é o Lobisomem (que também vem sofrendo com o processo de boiolização, com o atual representante sendo um cara completamente depilado).

Mas tudo bem. Se você quiser comemorar o dia do Saci, é um direito seu. Continue comemorando o dia do Saci. Continue comemorando esse dia criado pelo mesmo grande gênio político que quis abolir todo tipo de estrangeirismo da língua portuguesa (e outro deputado comunista, lá no Rio Grande do Sul, quis fazer o mesmo), que também quis proibir inovações tecnológicas e que, apesar de ter sido ministro de Ciência e Tecnologia, negava o aquecimento global.

E para terminar, para o pessoal que só se lembra hoje que existe folclore brasileiro, o que vocês costumam fazer no dia 22 de agosto? O que tem de especial nesse dia? Nada de mais, apenas que 22 de agosto foi decretado como dia do folclore brasileiro. E isso aconteceu em 1965.

Pedido urgente de uma amiga.

Calma que ainda estou me lembrando de como que se mexe por aqui. O botão publicar fica ali, o botão para salvar o texto fica do lado, tem também o de visualizar o texto e em cima tem os botões para editar texto e o que insere imagem.

Pronto. Agora não esqueço mais.

Se, depois de quase três meses, eu decidi publicar dois textos no mesmo dia é porque eu tenho uma razão. E desta vez é sério. Muito sério. Recebi por e-mail uma mensagem gravíssima de uma deputada com câncer terminal e essa deputada não sabe o que fazer com toda a grana que ela ganhou durante toda a vida dela. Estão duvidando? Pois aí está o e-mail que eu recebi (clica que fica maior):

 

Transcrevendo:
Da deputada. Maria Castillo,
O mais caro no Senhor 
Com fé e conexão divino que eu escrevi este e-mail, e eu estou entrando em contato como dirigido pelo espírito Deus. Meu nome é Deputado. Maria Castillo e eu era casada com o Sr. Angel Castillo do Kuwait. No momento, estou sofrendo de câncer e pressão arterial elevada e meu último diagnóstico confirmado de que eu não vou mais de 3 meses. Eu tenho algum fundo da custódia financeira aqui que eu quero doar através de você para a caridade e fundação humanitária. Eu quero que você me escrever de volta para que eu possa explicar melhor a você. 
Que Deus esteja com você e espero ouvir de você em breve. 
Sra Maria Castillo,
Observação. Claro que não transcrevi essa imagem a mão. Para isso, usei uma ferramenta gratuita de OCR.

Isso mesmo. Com essa mensagem escrita num português primoroso, a deputada Maria Castillo, casada com o Sr. Angel Castillo do Kuwait (nome e sobrenome tipicamente kuwaitianos) está com câncer terminal (não disse qual câncer, afinal são só 200 tipos de câncer) e quer saber o que fazer com toda a grana que ganhou como deputada (obviamente que toda essa grana foi ganha com trabalho honesto e somente com o trabalho de deputada).

Coitada que essa deputada esteja no Kuwait. Pois se fosse daqui do Brasil, ela poderia muito bom tomar umas pilulinhas de talidomida fosfoetanolamina, o sagrado remédio de São Gilberto Chierice que cura o câncer (todos os mais de 200 tipos dele) e pronto. Ficaria curada e poderia continuar a exercer o seu cargo de deputada. Mas como ela é do Kuwait, ela não pode tomar pílulas de fosfoetanolamina e é por isso que estou escrevendo pedindo aos senhores que prestem a sua solidariedade e a sua ajuda para com essa deputada. O que podemos fazer para ajudá-la, senhores?

E eu quero muito ajudá-la, pois se trata de um político (política, no caso) que entrou em contato com o povo. Pelo menos isso. Bem diferente do bostanaro... quer dizer, do bolsomito que até agora não respondeu um e-mail que enviei a ele perguntando o que ele fez pela educação (já que ele publicou uma imagem dizendo que não há melhor programa social do que oferecer uma educação de qualidade) nesses 24 anos que ele vai completar como deputado. Que falta de consideração para com o povo bostanaro... quer dizer, bolsomito. Se não me responder até as 23:59:59 de hoje eu não votarei no senhor para presidente.

E que falta de consideração do Gmail que considerou essa triste mensagem como Spam. Tanto se fala em Inteligência Artificial, em aprendizado de máquina, e tanta gente tem medo de que máquinas e computadores ficarem mais inteligente e tomarem conta do pedaço, será que os robozinhos do Google não são tão inteligente assim para perceber a seriedade e a gravidade de uma mensagem?

Agora... voltando à realidade... será que tem gente que é tão idiota, imbecil, estúpida, ignorante, boçal, parva e retardada (como não sou divulgador científico posso chamara as pessoas de idiotas, imbecis, estúpidas, ignorantes, boçais, parvas e retardadas) que responde a e-mails como esse? Ou será que há gente que responde a e-mails como esse pois pode ser que tenha um fundo de verdade nessas mensagens?

Hoje é um dia bastante especial.

Depois de quase três meses, eis que volto a escrever por aqui. Vou ver se ainda me lembro como que mexe por aqui. O botão publicar fica ali, o botão para salvar o texto fica do lado, tem também o de visualizar o texto, de fechar e voltar para a página inicial e em cima tem os botões para editar texto e o que insere imagem (esse botão é muito importante. Vou usá-lo).

Pronto, já me localizei.

O que me fez, depois de tanto tempo, voltar a escrever um texto por aqui foi um fato muito especial.

Já disse algumas vezes aqui que sou usuário do AdBlock. Tanto este, como o Ghostery, que eu também uso, são as melhores extensões para navegadores. Não me imagino atualmente navegando na Internet sem usar ambos.

E não tem jeito, senhores. Depois de tanto tempo tendo de aturar sites leeeeeeeeentos, em que as propagandas carregam primeiro, com aqueles banners pesadíssimos em Flash, com anúncios que ficam rastreando os hábitos de navegação da pessoa e que até escondem golpes para espalhar malware, a existência de extensões que bloqueiam tudo isso foi um alívio. Bloqueadores de propaganda não são só para frescos que odeiam propaganda. Também se tornaram uma ótima ferramenta para quem quer mais segurança, desempenho e até mesmo privacidade.

Imagina a maravilha que deve ser acessar esta página. Fonte da imagem.

E a coisa piora bastante para quem acessa sites como o da imagem acima do celular ou do Tablet usando conexões 2G, 3G ou 4G, que tem velocidade mais baixa, alta latência e, principalmente, franquia de dados, onde cada byte consumido vale ouro e cada byte desperdiçado são como facadas no coração.

Apesar de usar AdBlock, não sou comunista, não odeio publicidade e não acho ruim que ganhem dinheiro, honestamente, é claro, na Internet. Mas por favor, não fiquem emporcalhando seus sites com banners pesadíssimos que demooooooooooooram para carregar, anúncios que rastreiam os hábitos de navegação do usuários ou com esses vídeos chatérrimos que a gente sempre pula depois de cinco segundos.

Mas o texto não será sobre o AdBlock (talvez um dia eu faça um texto só sobre ele), e sim sobre algo especial e que tem a ver com ele, que foi isto abaixo:


Sim, o tão sonhado dia, enfim, chegou. 1 milhão de itens bloqueados do AdBlock.

Isso mesmo, itens. Apesar do programa se chamar AdBlock, ele não bloqueia apenas propagandas. Também bloqueia scripts de terceiros, como botões de redes sociais e ferramentas de análise de visitantes, como o Analytics. Aqui uma pequena lista de alguns (sim, alguns) itens que a extensão bloqueia.

Pois é. 1 milhão de itens bloqueados pelo AdBlock. Que não demore a vir a marca de 2 milhões de itens bloqueados pela extensão. Sim, vou continuar a usar a extensão. Neste exato momento já deve estar em 1007000 itens bloqueados.

Como que é? Você acha isso algo ruim? Você acha que eu não deveria usar o AdBlock? Você acha que eu deveria parar agora mesmo de usar a extensão? OK. Tudo bem. Eu vou fazer tudo isso que você quer. Mas para isso você tem que fazer estas coisinhas bestas, pequenas e irrelevantes:
  • Pagar minhas contas.
  • Pagar meu salário.
  • Pagar e preparar minha comida.
  • Lavar minhas roupas.
No dia que você fizer todas essas coisinhas bestas, pequenas, insignificantes e irrelevantes, aí eu deixo você dizer o que eu devo ou não fazer da minha vida (não só com o meu computador).
"Mas que tal você fazer um uso racional do AdBlock?"
Eu sei muito bem qual é o teu conceito de "uso racional do AdBlock". É o de desativar a extensão no seu site/canal/blog/whatever e deixar ativado no resto. Vou te apresentar uma coisa chamada vergonha na cara. É bom e você vai gostar.

Se as únicas formas que algumas pessoas têm para ganhar dinheiro é com bannerzinhos vagabundos ou então pedindo esmola (porque, sejamos sinceros, o ato de pedir doação atualmente se degenerou e se tornou mendigagem pura e simples. E isso vale, especialmente, para boa parte do pessoal do Patreon) eu simplesmente sinto muito, que Darwin atue. E a Internet não vai entrar em frangalhos porque um determinado site/canal/blog/whatever deixou de existir. E isso também vale para o jornal que precisa de recursos para fazer jornalismo de qualidade.

Blog do Lucho na luta pela fosfoetanolaminha.

Esta é uma coisa que eu quase não disse aqui, porém vendo o que aconteceu nos últimos meses, não aguentei e vou ter que falar. Esse blog, a partir de hoje (justamente quando acabará o mundo), se declara um fervoroso apoiador da fosfoetanolamina, esta maravilha 100% made in Brazil, feita por um pesquisador brasileiro que passou 20 anos de sua vida consumindo verba pública inutilmente preparando esta panaceia que cura o câncer (todos os mais de 100 tipos de câncer). E essa afirmação, obviamente, amparada por diversos artigos científicos publicados nas mais prestigiadas revistas de publicação científica do mundo.

E este meu apoio vem acompanhado pelos vídeos abaixo, que, assim como esse site, confiam piamente no poder mágico curativo da fosfoetanolamina:















E aproveitando, gostaria também de externar aqui o meu repúdio contra a maldita máfia branca e a maldita indústria farmacêutica que só quer saber de dinheiro. Eles querem que ninguém use a maravilhosa fosfoetanolamina, pois assim todo mundo morre de câncer e eles faturam cada vez mais.

Claro que o pensamento do parágrafo acima faz todo sentido. Imagina a situação. Imagina que uma grande indústria farmacêutica, enfim, descobre a cura para todos os tipos de cânceres (os mais de 100 tipos de cânceres existentes). Afinal de contas, só a indústria farmacêutica faz pesquisa de medicamentos. Laboratórios e universidades públicas não fazem esse tipo de pesquisa. Mas enfim, nenhuma outra concorrente desta gigante pertencente a maldita BigPharma descobriu a cura, e somente ela. Uma descoberta como essa, que poderia render bilhões para a BigPharma e que também poderia render um Nobel de química e outro de medicina aos seus criadores, qual seria a atitude a ser tomada? Obviamente a única atitude lógica e racional a ser tomada numa situação dessa: Ocultar a descoberta. Dizer que nada foi descoberto. Dizer que a cura não existe e jamais existirá.

Aliás, a mesma atitude seria tomada caso fosse descoberta a cura da AIDS. Bom, isso segundo o que disse um famoso quem? roqueiro brasileiro. E no fim das contas, também serviu para mostrar como o roque brasileiro é essa bela bosta maravilha.

Sempre tem que ter a participação do asnonymous em qualquer tipo de palhaçada.

É óbvio que a BigPharma, juntamente com a imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis, afinal tudo é culpa da imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis, não quer que tenhamos a cura do câncer e também não quer faturar os bilhões que viram dessa descoberta. E também os pesquisadores não estão interessados no Nobel que poderia vir dessa descoberta. Afinal de contas, o que é um Nobel de medicina, química ou física? É absolutamente nada!! Certo está o Brasil que jamais ganhou (e jamais ganhará) um Nobel. Seja lá do que for.

Assim sendo o que fazem? Ficam boicotando esse maravilhoso medicamento, feito nas mais apropriadas instalações (principalmente no quesito higiene) e que cuja eficácia foi mais do que comprovada por meio de depoimentos de YouTube e de Facebosta... quer dizer, Facebook, textos de blogs e apresentações de PowerPoint. E a USP, graças à fosfoetanolamina, teve um resultado mais do que merecido.

E melhor que isso. A talidomida fosfoetanolamina ainda por cima conta com ardorosos defensores que usam da mais pura lógica para defender essa bosta esse maravilhoso medicamento, nunca, jamais, em momento algum, tendo de recorrer a argumentos falaciosos, a apelos à emoção e à misericórdia (coisa que só gente realmente muito baixa faria. Vocês não acham?). Além disso, esses ardorosos defensores da fosfoetanolamina jamais criariam blogs e canais de YouTube defendendo o medicamento que fossem fechados para comentários. Oras, quem faria uma coisa dessas? Certamente pessoas que tem medo da realidade e de serem contrariadas. Coisas que os seguidores de Nossa Senhora da Bostoetanolamina certamente não têm.

O que? Tem um vídeo de alguém da Globo no meio? ABSURDO!!! GLOBO MENTE!!!! IMPRENSA GOLPISTA!!! Perdoem-me o ato falho. Retirá-lo-ei em breve. Aguardem.

Viva o Brasil!! Viva a Fosfoetanolamina!! Viva São Gilberto Chierice!! Viva esse maravilhoso medicamento que cura todos os tipos de câncer, desde que acompanhado do tratamento médico adequado.

E agora que ela, finalmente, será testada, é só aguardar os resultados mais do que óbvios. Uma dúvida: O Diário Catarinense faz parte da imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis?

Tchau, pessoal. É isso aí. Foi muito bom conhecer vocês (de novo).

Foi bom enquanto durou. Tchau pessoal. Tchau mundo.


Link para o vídeo.
Para melhor entendimento:


Link para o vídeo

Quando o analfabetismo funcional cruzou o meu caminho.

No mundo de hoje existem diversas novas religiões. Exemplos dessas novas religiões estão abaixo:
  • A ufologia, cujo seus seguidores (os ufeiros) acham que tudo que foi feito na Terra foi feito por ETs, graças as maluquices que são veiculadas no History Channel.
  • A seita dos homens gigante, cujo seus membros creem piamente que a Terra já fora habitada por seres gigantes.
  • A homeopatia, cujos seus devotos acham que diluir uma determinada substância em água até não dar mais faz com que ela fique extremamente poderosa.
  • A seita das terapias alternativas, em que os seus devotos evitam todo e qualquer tipo de química em seus corpos, preferindo tratar-se com reiki, acupuntura, toque terapêutico, florais de Bach, cromoterapia, apometria.
  • A seita da apropriação cultural, cujo seus seguidores denunciam todo e qualquer tipo de apropriação cultural, como uso de turbante, por exemplo. Uso de tatuagem ou piercing seria apropriação cultural? E brincar de ioiô ou bumerangue?
  • A seita da Terra Plana, que surgiu recentemente, que acha que a Terra é plana (dã). Só queria saber como esse pessoal explica termos o dia e a noite. Seria o mito de Pandora?
  • A seita dos seguidores do Bostanaro Boçalnaro Bolsonaro, em que seus seguidores (a.k.a. bolsominions) creem que Bostanaro Boçalnaro Bolsonaro é a verdade, a luz, a vida e o salvador que vai remir o país do comunismo em que vivemos atualmente (se meu blog tivesse uma alta visitação, seria horrivelmente xingado só por causa desse item).
  • A seita das pirâmides... quer dizer, do Marketing Multinível que acham que ao fazer parte de uma pirâmide... quer dizer, de uma empresa de marketing Multinível recrutando-se e recrutando outros idiotas para fazerem parte da pirâmide... quer dizer, de uma empresa de Marketing Multinível, achando que a quantidade de pessoas e de dinheiro são infinitas, e com isso arrumando concorrência para si próprio ficarão milionários do dia para a noite sem esforço algum. Esse caso pode-se ser considerado como religião mesmo, já que os devotos dessa seita amaldiçoam quem ouse falar algo contra o sacrossanto nome das empresas e de seus divulgadores, e até mesmo ameaçam de morte.
  • A igreja da fosfoetanolamina do sétimo dia, cujos devotos, baseados em depoimentos críveis de YouTube e Facebosta, creem que a fosfoetanolamina é a verdade, luz e vida e que quem crê em São Gilberto Chierice viverá e os ateus da fosfoetanolamina (aqueles que vivem pedindo por testes clínicos e divulgando pesquisas que mostram que esta bosta não tem eficácia alguma) terão câncer e arderão no mármore do inferno se tratando por meio de quimioterapia (aqui uma outra parte em que eu seria xingado horrivelmente se meu blog tivesse uma alta visitação).
Enfim, essas são algumas das novas religiões que me vieram a cabeça neste exato momento. O presente texto falará sobre duas dessas novas religiões. A seita dos homens gigante e a seita ufológica. O pessoal da fosfoetanolamina e das pirâmides... quer dizer, do Marketing Multinível terão fortuitos textos em homenagem a ambos.

A Internet sempre é bombardeada por textos, fotos, vídeos e outras porcarias do tipo mostrando como existiram e como existem gigantes e ETs, como os governos e agências governamentais (como a NASA) sabem que ambos existem e ocultam os fatos e como Giorgio Tsoukalos e Von Däniken estão mais do que certos no que dizem.

E esses materiais bombásticos sempre acabam parando onde devem. Acabam parando no Twitter, WhatsApp, YouTube, blogs, Tumblr, caixas de entrada de e-mails e, onde mais esse tipo de material deve ficar, no facebosta, facebunda, facebobo, faceburro, ou simplesmente Facebook. Curioso que, nesta época em que vivemos em que temos câmeras que podem filmar e tirar fotos com vários megapixels, porém as imagens e vídeos comprobatórios de que gigantes e ETs existem sempre tem qualidade de Super8 de lambe-lambe (pergunte ao seu pai).

Quando aparece algum texto dizendo o óbvio (que essa papagaiada de ETs visitando a Terra não passa de uma... papagaiada), eu complemento com o seguinte comentário:
"Que exista vida fora da Terra certamente deve existir. O que não dá para aceitar é que se tratam de homenzinhos verdes (por que todos os ETs são hominídeos?) que visitam a Terra (parece que só existe a Terra para eles visitarem), pousam suas naves onde Judas perdeu as botas no meio da madrugada ao invés de pousar no centro de São Paulo ou Rio de Janeiro (pode ser Campinas também) ao meio dia durante semana, constroem maravilhosas obras da engenharia, como as pirâmides (sem ninguém ver) e depois que terminam, vão embora (novamente, sem ninguém ver).
E governos e agências governamentais veem tudo isso, sabem que tudo isso acontece porém ocultam os fatos porque... sabe-se lá porque cacete de motivo".
O Gilmar do e-farsas, falando não sobre ETs, mas sobre gigantes, e como eles teriam existido por meio de um vídeo mais do que comprobatório, lançou um texto e um vídeo que teve uma contribuição minha:

Sim, esse cara sou eu

Acho que ficou bem claro que se trata de um comentário irônico a respeito da existência de tais criaturas, não é mesmo?

Não para um analfabeto funcional que é seguidor tanto da seita ufológica quanto da seita da existência dos homens gigantes. Olha só o dialogo que se sucedeu.

E ainda por cima o loser é jogador de minecraft

Pois é. Vai esperar o que de um religioso que segue uma dessas novas religiões? E quem diria que um idiota muito do analfabeto funcional cruzaria o meu caminho? Normalmente sempre vejo isso com blogueiros e vlogueiros com altíssimas visitações, mas isso aconteceu comigo. Quem diria, hein?

E o idiota analfabeto funcional religioso seguidor da seita da ufologia mostrou toda a lógica que é tão peculiar e característica de outros religiosos seguidores da mesma seita. Afinal de contas, descobertas como essas, de que realmente existem ETs, de que realmente os ETs são homenzinhos verdes, de que há vida fora da Terra e que essa vida fora da Terra possui tecnologia para fazer viagens no espaço e que a usam para visitar a Terra, que seriam as maiores descobertas da história da humanidade. Imaginem o intercâmbio de tecnologia e conhecimento que se poderia fazer com essas descobertas.

Principalmente, imagina se a NASA, que vira e mexe passa por cortes em seu orçamento, fizesse tais descobertas, mostrando que ela tem mais é que receber dinheiro do governo, mostrando que exploração e pesquisas espaciais são mais do que importantes e acabando de vez com aquele mimimi  lazarento "com tanta gente passando fome na África...".

Com o tanto de implicações que podem acontecer com essas descobertas, qual seria a atitude mais lógica que governos e entidades governamentais (como a NASA, ESA e JAXA. Você também AEB) tomariam? Logicamente que eles fariam a ação mais lógica: Abafar tudo. Ocultar todos os fatos. Escamotear todas essas descobertas. Dizer que nada disso existe e ainda por cima ameaçar e tentar calar a boca de quem ousar dizer que ETs realmente existem. Afinal de contas, para que mais dinheiro? Para que mais pesquisas espaciais? Para que querer fazer intercâmbio de tecnologia? Tudo isso é bobagem. Tem muita lógica em abafar todas essas descobertas (lembrar de usar a mesma linha de raciocínio quando for falar dos devotos da igrejinha de Nossa Senhora da Fosfoetanolamina do Sétimo Dia).

Novamente, vai esperar o que de um religioso que segue uma dessas novas religiões? Lembrando que hoje foi sobre os seguidores da seita ufológica. Fortuitamente teremos textos sobre os devotos da igrejinha de Nossa Senhora da Fosfoetanolamina do Sétimo Dia e dos devotos de pirâmides... quer dizer, do Marketing Multinível.

E, convém sempre lembrar, um analfabetismo funcional como o desse seguidor da seita ufológica só pode ser resultado da brilhante educação brasileira. Como sempre, viva o 58º lugar (dentre 65 países) no PISA de 2015.

O paradigma do relógio parado. Ou... quando concordei com Bolsonaro.

Lá no e-farsas tem um trollzinho de merda™, que todo dia bate o cartão por lá, de nome dudu, cujo e-mail é dudud23@yahoo.com (dessa vez não é hotmail), é usuário de Speedy e mora em Taubaté. Ou seja, ele é concidadão do Monteiro Lobato. Eu sempre digo isso, porém quem sou eu para dizer quem é concidadão de quem, já que eu sou concidadão do Olavo de Carvalho e o Jair Bolsonaro. Sim, acreditem se quiser, apesar dele ter feito a carreira política toda dele no Rio de Janeiro, ele nasceu, se criou e estudou aqui em Campinas. Desculpa aí, população carioca (e fluminense).

Como que eu sei os dados do cretino? Muito simples. O filho da puta veio até o meu blog aqui colocar comentário desaforado. Aliás, a vidinha medíocre desse sujeitinho se resume a falar merda na propriedade privada dos outros, conforme mostra a conta dele do Disqus (sem link. Não vou dar palco para idiotas). Para o azar dele, como seu bem menos polido, diplomático e político que o Gilmar, bloqueei o lazarento de poder comentar por aqui (meu blog, minhas regras, como é em qualquer propriedade privada. Comentar em blogs é um privilégio e não um direito) e publiquei as informações dele. Posso fazer isso pois a Carta Magna proíbe o anonimato.

Mas voltando ao meu tão nobilíssimo concidadão. No fim de abril ele deu uma entrevista para o Correio Popular, um jornal daqui de Campinas (o único, aliás). Como de costume, como bela attention whore que é, soltou um monte de opiniões polêmicas (como eu peguei um ódio dessa palavra) e extremistas, ficando, mais uma vez, com todos os holofotes apontados para si.

Mas teve um trecho da entrevista com a qual eu concordei com ele. Foi quando ele falou sobre a tão útil e nobre Câmara de Vereadores, que lançou uma moção de repúdio quando o "bolsomito" elogiou no plenário o Coronel Ustra. Ele disse o seguinte:
"Essa Câmara Municipal de vocês aí é fraca. Estou me lixando para esses vereadores que votaram isso. Eles não têm o que fazer, são uns desocupados… Esses vereadores são uns otários"
Procurei, vasculhei, remexi, revirei o site da RAC, porém não achei a entrevista. Quem a tiver, se quiser me passar, ficarei muito grato.

Foi essa a parte com a qual eu concordei com o deputado. Por quê? Vejamos o que tem feito os nobres edis de Campinas:
E eis aí a grande atuação dos nobre edis de Campinas. Com uma atuação tão vigorosa como essa, eles faziam por merecer um aumento de 126% em seus salários. Uma curiosidade é que O Politizador, ou Tonhão da Rapadura, ficou contra esse descalabro. Bacana isso da parte dele. Sem ironias.

E, logo após essa entrevista, o que os nobres e excelentes vereadores de Campinas fizeram para mostrar ao deputado que não são um bando de idiotas, otários, vagabundos, vadios e desocupados? Lançaram uma moção de repúdio ao que disse o deputado e o declararam como persona non grata  na cidade. Não apenas isso. O vereador Cid Ferreira, o bonitão, branco, de nariz fino e olhos azuis, disse que "além de deixar de ser homem, ele deixou de ter caráter". Ui!! Certamente o Boçalnaro deve ter ficado muito triste com o beócio. Acho até que aquele bloqueou este no Facebook. Toda a ópera-bufa pode ser lida aqui.

E sabe de uma coisa? Os vereadores de Campinas representam muito bem e a contento a população de Campinas. Sim, senhores e senhoras, representam muito bem. Não adianta virem com seus gritinhos estridentes de "Não me representa", pois representa sim. Uma população idiota, ignorante, estúpida, iletrada e burra (como não sou divulgador científico, posso muito bem me referir à população como idiota, ignorante, estúpida, iletrada e burra) só poderia mesmo ter representantes idiotas, ignorantes, estúpidos, iletrados e burros. E isso já começa nas cidades.
"Mimimi, mas em Campinas tem a UNICAMP e PUC"
Isso não significa porra alguma e sequer é argumento. A maior parte das melhores universidades do mundo estão nos Estados Unidos, mas o americano (estadunidense é a puta que te pariu) médio é um Homer Simpson. Isso sem falar das constantes tentativas vindas dos Estados Unidos de se enfiar a bosta do criacionismo no currículo escolar.

Mas falando de Campinas. Sim, a cidade tem UNICAMP, PUC, mas em compensação possui várias outras universidades que são mais fábricas de diplomas.

Agora falando especificamente sobre a UNICAMP, a universidade sequer aparece entre as 100 melhores universidades do mundo (e a USP caiu 40 posições, quase que ficando de fora. Parabéns a todos os seguidores da Nossa Senhora da Fosfoetanolamina). Além disso, tem o fato de que a universidade é de Campinas porém a quase totalidade de seus estudantes não são da cidade. E já que foi falado sobre criacionismo, a universidade ministrou palestras sobre essa bosta.

E abaixo uma cria da UNICAMP, da intelectualíssima cidade de Campinas, cujos vereadores não representam a população da cidade (inclusive ele nasceu na cidade).


Caso encerrado, meritíssimo.

"Quem garante todos os empregos não é o empresário, sindicalista ou os governantes. São os consumidores"

Posso ter ficado um tanto quanto distante do blog, porém não fiquei longe das polêmicas que aconteceram durante o período. E uma dessas polêmicas foi o que as operadoras de Internet querem fazer de colocar uma franquia de dados para a Internet fixa. Já existe algo do tipo para a Internet móvel, porém eles querem abranger agora para a fixa.

Na hora que em que foi anunciada essa medida da Anatel, o país caiu abaixo. Teve gente que xingou muito (não só no Twitter), teve gente amaldiçoando as operadoras, teve gente amaldiçoando e questionando o porquê da Anatel existir (nisso eu concordo) e gente propondo um "cancelaço", como se:
  • Primeiramente, todo mundo morasse num bairro em que tem 4 ou 5 operadoras de Internet a se escolher.
  • E segundo, todas as operadoras não fossem fazer essa de querer limitar a Internet fixa.
Aliás, abrindo um parêntesis. Já repraram que tudo quanto é movimento tem o sufixo "aço"? É twittaço, apitaço, cancelaço, panelaço. Quando que vai existir o louçaço e o capinaço? Pois eu acho que esse pessoal seria mais útil fazendo os dois últimos do que os quatro primeiros.

E nestes tempos de ativismo de sofá, surgiu um movimento capitaneado por diversos sofativistas chamado #InternetJusta. Considerando o grande sucesso que foram movimentos parecidos com esse, como o #JogoJusto e o #PreçoJusto, esse é mais um movimento revolucionário de sofá que tem tudo para dar certo (dica do Lucho: Se sua manifestação pode ser resumida a uma Hashtag, ela não presta e não servirá de nada). E já que estamos a falar de ativismo de sofá, não poderíamos deixar de falar dos asnonymous Anonymous, que obviamente tinha que marcar presença.


Não basta esse pessoal piratear descaradamente a efígie de Guy Fawkes. Agora também pirateia frases do filme e da HQ (será que eles a leram? A pergunta de 1 milhão). Aliás, não só a pirateiam como fazem adaptações fofinhas. Coitado do Alan Moore. Criou um monstro.

E além de tudo isso, meio que por causa do "movimento" de nome cancelaço, também foi falado a respeito do "poder do consumidor", o "poder do boicote" e como "o consumidor pode fazer a sua parte". E foi de falar do "poder do consumidor" que apareceu a frase que intitula esse texto. Outra frase que também surgiu que é bem parecida com essa: "Só existe um chefe: o cliente. E ele pode demitir todas as pessoas da empresa, do presidente do conselho até o faxineiro, simplesmente levando o dinheiro para gastar em outro lugar."

Para esse pessoal que crê no "poder do consumidor" e que também crê piamente nessas duas frases, eis aqui o saudoso George Carlin que nos mostra o "poder do consumidor" e o quanto as empresas temem e respeitam os consumidores.



Pois é. As empresas temem e respeitam muito os consumidores.

Ah! Esqueci de dizer. O vídeo tinha alguns palavrões. Foi mal ter esquecido de ter dito. Mas para quem assiste a Felipe Neto, Cauê Moura, PC Siqueira, Condessa de Loppeux, João Revolta e otário asnonymous, George Carlin não chega a chocar. Até porque, este tem muito mais a dizer que toda essa gentalha vlogueira. Junta.

No fim das contas, aquilo que o Dr. André escreveu como crônica, pode vir realmente a acontecer. A vida imita a arte. Quer dizer, nem tudo. Vlogueiros não virarão nem atendentes, nem chapeiros, pois ninguém aguentará esses seres berrando "FAAAAAAALLLLAAAAA GAAAALERAAAA!!!!!!!" entre um palavrão e uma obscenidade.

Para quem quiser participar do "cancelaço", aqui uma recomendação dada, novamente, pelo Dr. André. Só não se esqueçam de, após o "cancelaço", praticarem o capinaço ou o louçaço.

E sobre essa história de Internet limitada e franquia de dados, aqui o melhor vídeo sobre esse assunto, do Jimmy John:

Como usar este, esse e aquele.

Assoprando o pó da bagaça, eis que volto com um texto de utilidade pública. Você sabe qual a diferença entre os pronomes demonstrativos esse, este e aquele (e todas as suas variantes)? Sabe mesmo? Mas você sabe mesmo e usa corretamente e as diferenças ou sabe as diferenças, mas, quando vai falar ou escrever sempre usa "esse"?

De qualquer forma, aqui vai mais uma dica do Lucho. A dica da vez vai ser para o uso desses três pronomes demonstrativos. Os três pronomes demonstrativos são usados em quatro situações diferentes: Pessoa, lugar, tempo ou discurso.

No caso de pessoa, o pronome "este" se refere a objetos que estejam próximos da pessoa que fala. O pronome "esse" se refere a objetos estejam próximos da pessoa que ouve e o pronome "aquele" se refere a objetos que estejam longe tanto de quem fala, como de quem ouve.

No caso de lugar, o pronome "este" se refere ao lugar que está a pessoa que fala. O pronome "esse" se refere ao lugar que está a pessoa que ouve e o pronome "aquele" se refere ao lugar que está distante tanto de quem fala, como de quem ouve.

No caso de tempo, o pronome "este" se refere ao presente. O pronome "esse" se refere ao futuro ou passado próximos e o pronome "aquele" se refere a um passado distante.

E no caso de discurso, que é o caso mais complicado, há duas situações. Na primeira situação, quando algo vai ser citado, usa-se o "este". Quando algo já foi citado, usa-se o "esse". Já na segunda situação, quando vários termos foram citados, "aquele" se refere ao primeiro termo citado, "este" se refere ao último termo e "esse" se refere aos termos intermediários. Quando há apenas dois termos citados, obviamente não se usa o "esse".

Ufa!! É assim que se usa esses três pronomes demonstrativos. Quem quiser saber mais, pode ler ESTE texto e ESTE outro texto.
"Mas por que você decidiu falar sobre isso, Lucho?"
Foi por causa dos nossos amigos, os sofativistas. Estes abnegados ativistas e revolucionários de sofá ultimamente têm me servido de fonte de inspiração para textos. E a fonte de inspiração foi uma das frases que mais esses idiotas adoram bradar. É a frase que vocês estão imaginando: "isso a Rede Globo não mostra".

Será que essa frase está escrita corretamente? Bom, quando os abnegados ativistas e revolucionários usam essa frase de merda, primeiramente eles falam qual o problema que aflige o pequeno, vibrante, valoroso e corajoso coração desta gente para, depois, colocarem a cereja (podre) no bolo (fecal) com a bendita frase.

Ou seja, primeiro eles falam o problema para depois citarem novamente. E, se se refere a algo já citado, usa-se o "esse" e suas variações, como a variante "isso". Portanto, por increça que parível, os sofativistas usam corretamente o pronome. Obviamente que usam corretamente sem saber.

Por que "por increça que parível"? Porque esse pessoal é conhecido por ser muito inteligente.

Ser famoso na Internet é como ser rico no Banco Imobiliário - A prova.

Hoje é um dia especial. Vai dizer que não? Hoje é 29 de fevereiro. Esse dia só acontece a cada quatro anos. E por ser um dia especial, será publicado hoje um texto especial.

Uma frase que se ouve bastante pela Internet é a frase que intitula esse texto, de que a fama na Internet vale, quanto muito, para comprar umas casinhas e hotéis de plástico. É uma frase cheia de sarcasmo para dizer que a internet promove sensações muito irreais. A fama é falsa, o poder de influência é falso, a popularidade é falsa, o poder de mobilização é falso, a capilaridade é falsa. Enfim, todos os dividendos advindos da Internet são falsos.

Mas será que é assim mesmo? Decidi dar o benefício da dúvida e ver se essa frase é verdadeira ou não. E para tal, decidi fazer um teste. Aproveitando o professor André tem uma sobre esse assunto, que diz que esse pessoal da Internet é tão influente que se eles falassem sobre doação de sangue todos os seus seguidores doariam sangue na hora - só que não - e aproveitando que sou um doador de sangue o teste foi a respeito disso. Enviei um e-mail (com o meu verdadeiro eu) para várias celebridades de Internet com milhares ou milhões de seguidores em que eu me apresentava, dizia que era doador de sangue e dizia também se eles não poderiam estimular seus seguidores a fazer uma doação de sangue. Segue abaixo a mensagem que eu enviei:


Muito educado esse e-mail, não acham? Nem parece que sou eu. Enviei então essa mensagem para várias celebridades de Internet. E quais foram elas? Bem, enviei para as seguintes celebridades: Playboy carioca que se acha o intelectual e crítico de óculos escuros que berra, fala palavrão e xinga feito um filho de mãe solteira (talvez seja por isso que ele berre, xingue e fale tanto palavrão), gordo barbudo depressivo e deprimente que a cada cinco palavras que deblatera, quatro são palavrões, baixarias, obscenidades, baixo calão ou demais baixezas do tipo (e a única palavra que não é nada disso é puro senso comum), quarentão branquelo liberOtário sustentado pela mamãe, sofativista mongoloide asmático que só faz berrar palavrão e martelar a mesa se achando o novo Alborghetti (por que um dia ele não martela a própria cabeça?), sofativista de voz fina, nariz de palhaço, cabeça de papel e olhos esbugalhados que acha que está mudando e revolucionando a política do país e o país porém sequer consegue fazer com que baixe o preço de uma porcaria de um ovo de páscoa (aliás, por falar em ovo de páscoa), aspone de política maconheira que só sabe parasitar em autarquias do estado de São Paulo (e a própria política maconheira parasita), sofativistas lunáticos e conspiranoicos que acham que estamos em 1964 e que o país está a beira de um golpe militar (e eles estariam do lado dos militares) e roqueiros brasileiros decadentes e não decadentes (pois jamais chegaram ao top. E jamais chegarão). Por uma questão ética, preferi não falar o nome deles e usei essas definições extremamente vagas e genéricas. E certamente vocês nem desconfiam de quem se trata.

E sim, vocês viram direito. Enviei esse e-mail em agosto de 2015 e dei um bom tempo para o teste. Decidi dar mesmo o benefício da dúvida.

Passou-se um dia, dois dias, três dias e...


E os dias se transformaram em semanas. Passou-se uma semana, duas semanas, três semanas e...


E as semanas se transformaram em meses. Passou-se um mês, dois meses, três meses e...


Até que se passou seis meses agora em fevereiro e não aguentei. Seis meses e não recebi UMA ÚNICA mensagem dos milionários do banco imobiliário (agora que vi que é verdade, posso dizer isso a vontade) dizendo que legal, dizendo que apoia a medida, dizendo que vai publicar um vídeo, um tweet, um texto pedindo para que o seguidores façam doação de sangue. Absolutamente NADA.
"Mas Lucho. Eles podem ter publicado qualquer coisa e nem te avisaram."
E você acha que eu também não fui verificar isso? Verifiquei e eles não colocaram porra alguma de material. Nada de vídeo, nada de texto, nada de tweet. Nem mesmo Textão™. Enfim, nada de nada de absolutamente nada.
"Mas eles podem ter feito secretamente. E com os milhões de seguidores que eles têm, resolveram o problema do estoque de sangue."
Pode até ser. Pena que a realidade diga o contrário [1][2][3][4].

Então ficou provado. De fato, ser famoso na Internet é como ser rico no Banco Imobiliário. Pode até ter um pouco de glamour, mas não vale e não significa porcaria alguma.

Para quem é doador de sangue, ou quer fazer a primeira doação, pode ver onde existem hemocentros nesta página. Quanto aos milionários do Banco Imobiliário que ignoraram o e-mail que enviei e que provaram que, realmente, ser famoso na Internet é como ser rico no Banco Imobiliário, o que é de vocês está guardado. Só digo que o AdBlock é muito bom e continuarei a usá-lo. E venham me pedir esmola (ops!! Deixe-me fazer uma correção. O correto é crowdfunding) ou me pedir para que participe de algum Mendigon, quer dizer, Patreon, para ver o que acontecerá com vocês.

Links da semana - 51.

Depois de passada a lista de número 50 e após ter passado Super Bowl, também, de número 50 (dessa vez, o Super Tigela foi com algarismos arábicos ao invés de algarismos romanos), viemos com mais uma lista. A de número 51.

Se a anterior foi gigantesca (quase cinquenta textos), desta vez, será mais curtinha. Mais curta que coito de porco. Seguem então os textos:
E é isso aí. Aproveitem as leituras.

Estejam avisados.

Não é porque estamos na Internet que podemos fazer qualquer coisa e podemos compartilhar qualquer coisa com quem quer que seja. As leis que valem no mundo real também valem no mundo da Internet (eu sei que tem gente que odeia quando se faz essa dicotomia e é por isso mesmo que eu a faço). Uma dessas coisas envolve pornografia infantil e pedofilia.

Compartilhar ou armazenar quaisquer tipos de materiais com pornografia infantil é infração criminal, conforme diz o aviso abaixo:


Pois é. Também não tenho palavras.

Onde foi que eu obtive isso aí? Foi naquele sitezinho ridículo e patético chamado DiHitt (ausência proposital de link), uma das inúmeras cópias verde-e-amarela do Digg (com link desta vez) que surgiram e, creio eu, a única que ainda está no ar, não sei como, cujo perfil no Twitter tem a última notícia publicada em 6 de julho... de 2011 (conseguiu ser mais inativo no Twitter que a Dilma).

Pelo menos ele removeu o vídeo e fez a denúncia. Não foi igual a um bando de sofativistas idiotas, estúpidos e ignorantes (desculpem-me pela sucessão de pleonasmos) que ao se deparar com um site com pornografia infantil, ao invés de denunciá-lo, decidiu divulgá-lo para as celebridades do Twitter e acabou, eles mesmos, sendo incriminados por divulgar pornografia infantil.

A coisa realmente está ruim, né Abril?

Quatro anos atrás eu escrevi dois textos (esse e esse outro) a respeito de duas "ofertas" sensacionais, uma da fAlha, quer dizer, Folha, o jornal da ditabranda, e outra da Abril, em que eu teria acesso completa e totalmente di grátis, obviamente que por um período limitado, ao sensacional conteúdo veiculado por eles.

Na época (lembrando os senhores que em termos de Internet, quatro anos é como se fosse outra época), essas "ofertas" sensacionais surgiram por conta do declínio da tiragem de jornais e revistas (que aliás, não é só empresas de mídia que sofrem com essa queda).

Entretanto, desde aquele período, mesmo com a queda da venda de jornais e revistas ainda acontecendo, não tinha recebido alguma "oferta" sensacional do tipo.

Até o exato momento.



Que promoção mais do que sensacional, Abril. Terei 50% de desconto se eu assinar Cláudia (uma típica revista feminina que acha que mulher só se interessa por cozinha, costura e moda), Exame (a revista para o aprendiz de empreendedor que quiser falir seu negócio) e a Veja que... bem, dispensa quaisquer tipo de apresentações. Mas mesmo assim faço questão de ressaltá-las.

Não somente isso, além de pagar metade pela assinatura dessas três revistas de inconteste qualidade ainda ganharei, totalmente na faixa um... cooler. Presentaço - ainda mais que está chegando o meu aniversário. E para quem não bebe então, simplesmente perfeito.

Assim, como disse nas outras duas vezes, direi novamente: Obrigado mas não, obrigado. Sei que a situação está ruim e que acabei por piorá-la. Desculpe, é a crise.

Como desbloquear Facebook na escola e no trabalho

Todo mundo sabe que em algumas escolas é proibido o uso do Facebook. E a mesma coisa acontece em alguns escritórios e demais ambientes de trabalho. Em alguns lugares a probição se estende também ao YouTube, Twitter e WhatsApp. E há alguns lugares que são mais radicais e instalam bloqueadores de wi-fi, Internet móvel e telefonia móvel. Até uma Igreja instalou um bloqueador de celular. O problema é que o negócio funcionou tão bem que afetou os comércios que ficam próximos à Igreja. Inclusive essa notícia do padre que colocou bloqueador de celular me lembrou do conclave que elegeu o novo papa. O local onde eles ficam confinados para a eleição do novo papa adaptou-se ao século XXI e instalou bloqueadores de telefonia celular e Internet móvel. Afinal, eles têm que fazer valer o nome, já que conclave em latim significa "com chave".

Porém, voltando para os casos em que o Facebook é bloqueado. Um determinado site é bloqueado fazendo-se algumas configurações no servidor de Internet desse local. O bloqueio desse site é feito de diversas formas, mas na maior parte delas é feito por meio de um proxy.

OK, tudo bem, mas como desbloquear o Facebook? Para vocês que não sabem como desbloquear o Facebook no seu trabalho ou na sua escola, eu tenho uma coisa a dizer: Eu também não tenho a mais mínima ideia de como se faz isso. E mesmo se soubesse eu não diria, pois isso é coisa que não se faz.

O Facebook está bloqueado aí no seu trabalho? Muito bom. Assim você para de desperdiçar tempo e produtividade e faz as suas tarefas. Ambiente de trabalho não é playground, nem seu quarto.

O Facebook está bloqueado aí na sua escola? Ótimo. Assim você deixa de ficar de putaria no facebosta e pode começar a estudar, caríssimo aluno vagabundo e vadio.

Mas por que eu escrevi esse texto?


Por nada. É para ver se esse negócio de caçar para-quedista ainda funciona. Quero ter certeza disso. Publiquei um texto caça para-quedista do BBB mas necessito de uma segunda opinião.

Quanto ao padre que instalou bloqueador de celular na Igreja dele, adorei o que ele fez. Sério mesmo. Gostei muito. Acho, inclusive, que deveriam ter bloqueadores de celular em igrejas, salas de cinema, salas de teatro, salas de aula e, PRINCIPALMENTE, penitenciárias.

Vai começar o BBB 16. É o Big Brother Brasil 16. BBB já vai começar. É amanhã

Pois é bugrada. Pois é macacada. Anotem aí. Hoje a noite, dia 19 de janeiro de 2016, vai começar o BBB 16 ou o Big Brother Brasil 16. É isso aí. Começa mais uma edição do BBB, ou Big Brother Brasil.

E amanhã as companhias de TV por assinatura (TV por assinatura não é só por cabo. Também tem por satélite. Que é uma merda, quando chove você não consegue ver mais nada) começarão a vender o pay-per-view do Big Brother Brasil. Portanto se você gosta do BBB e mal vê a hora de começar o Big Brother Brasil 16, não perca tempo e compre o pay-per-view do Big Brother Brasil.

Se você gosta do BBB, ou Big Brother Brasil, não se descuide. Compre o pay-per-view do Big Brother Brasil 16 e não desgrude os olhos da tela da televisão até que termine o Big Brother Brasil 16. Caso você goste, o que não é o meu caso. Eu odeio o Big Brother Brasil, odeio quem assiste o Big Brother Brasil, odeio que participa do Big Brother Brasil, não vou comprar o pay-per-view do Big Brother Brasil, só gosto do BBB quando é para escrever textos caça para-quedistas de Google como esse e quero que todos vocês morram.

Agora não perca o seu tempo e vá assistir o BBB16, ou Big Brother Brasil 16.

No mais, por acaso teve um país em que o Big Brother chegou a 16 edições? Acho que foi só em Pindorama mesmo. Puta Que Pariu. Vão gostar de xeretar a vida alheia assim na casa do chapéu.

O bom é que logo depois dessa merda, vai começar o sensacional Tá No Ar, aquele programa que jornaleiros que não sabem o nome do programa odeiam pois faz piada de blogueiro. Fazer piada de nordestino, tudo bem, agora fazer piada de blogueiro (ainda mais blogueiro político), aí já é demais.

Se for só para ler o título do texto, leia direito.

Esse ano de 2016 começou agitado. Segundo dia do ano e é o segundo dia que eu publico dois textos no mesmo dia. O motivo para escrever esse segundo texto veio por essa notícia:


Uma notícia retratando a - triste - realidade que acontece em El Salvador, num dos países mais violentos do mundo, que sofre com brigas e disputas de gangues de tráfico de drogas e de armas.

Porém, junto à notícia aparece o algarismo "1" num quadrado cinza. Esse número é referente à quantidade de comentários que a notícia recebeu. Fui ver qual era a comentário (eu gosto de brincar com o perigo) e me deparei com isso:


Já diz o ditado que apressadinho come cru e queima a boca. No afã de fazer valer o seu direito constitucional de manifestar o seu pensamento e poder falar merda onde quer que seja, o boçal aí confundiu alhos com bugalhos e... falou merda. Muito provavelmente a aberração aí leu somente o título da notícia, confundiu El Salvador com Salvador e fez aquilo que mais os néscios que comentam em portais de notícias sabem fazer: culpar o PT por tudo quanto é merda que há o país.

Mas pelo menos numa coisa aí o idiota acertou (obviamente que foi sem querer). A segurança pública fica a cargo dos governos estaduais. Portanto, se a cidade onde você mora é violenta (90% de probabilidade de que seja), a culpa é do governo estadual e, portanto, cobre alguma providência e alguma medida enérgica dele.

Aula rápida de matemática

Vocês sabem como dividir 280 milhões de reais para 200 milhões de pessoas e deixar todo mundo milionário? É muito simples. Basta usar matemática básica. Acompanhe a aula de matemática básica abaixo e vejam o quão simples é isso:

Muito simples, não? Não só isso. Ainda sobra uma bolada para deixar outros 80 milhões de pessoas milionárias. A solução definitiva para acabar com a miséria no país. Aí Dilma. Aprendeu como que faz? Tudo isso graças à matemática básica vinda dos Humans of Humanas™.

Assim que eu vi esse vídeo, lembrei na hora deste sofativista que achava que o dinheiro usado para fazer a Copa do 7 a 1 faria com que os pobres ficassem milionários. Quando você é comparado com um sofativista (ainda mais com uma sofativista como essa, adolescente, emo, que curte esses lixos pop criado para saciar adolescentes acéfalas, ignorantes e que não desligam a porra do Caps Lock), é o fim.

Será que o Otário Asnonymous ainda continua com a sua luta illuminatista bildeberguiana quixotesca conspiranoica contra a Mega-Sena? Ele poderia juntar a essa epopeia o Daniel Fragay, o Bebeto Maya e o pessoal da OCC e do Reacionários Retardados Revoltados OnLine (e quando estes sofativistas vão às ruas acabam levando uma coça - ui ela tá revoltada, grita e quase chora. AIAIAI!!!)

E se o André ainda não disse isto em 2016, eu digo então.

BRASILEIRO ODEIA CIÊNCIA

Façam a lição de casa direito, manés!!

Mal publiquei o meu texto com o melhor de 2015 que escrevi e eis que recebi não um, mas dois e-mails super legais. Um deles dizendo que a minha conta bancária encontra-se bloqueada e que eu terei de fazer uns procedimentos para a reativação da mesma, como, por exemplo, clicar num link vindo num e-mail. O outro dizendo que eu tenho um boleto pendente.

Um desses e-mails está abaixo:


Este é um dos e-mails que recebi.

Para quem está careca de saber, é óbvio que se trata de um golpe de phishing scam. Sim, a mensagem foi essa imagem, não tinha uma linha de texto. E o mané ainda por cima nem para substituir o e-mail, usando esta forma de passagem de parâmetro de ASP (e também de JSP).

E que raios é esse negócio de "antiviruX"? Seria o antivírus dos miguxos? Aliás, para fazer um golpe de merda e estúpido como esse, só sendo mesmo um miguxo. E para cair numa coisa tosca como essa só sendo ainda mais miguxo.

A outra mensagem? Ah sim, claro. Quase que me esqueci. Segue-a

Sim, uso Thunderbird para ver alguns e-mails. Algum problema?

Outro golpista burro e idiota que não fez a lição de casa direito. Decida-se o mané! Afinal de contas é um boleto de cobrança ou uma mensagem de voz do Facebook. Aliás, desde quando o Facebook grava mensagens e comentários de voz?

Aliás, desde quando o Facebook manda mensagens para quem excluiu a conta que tinha por lá? Sim, eu excluí a conta que tinha lá. Consegui desbloqueá-la e aproveitei para excluí-la. Isso foi no dia 12 de dezembro.

Top 10 de 2015

Assim como fiz no ano passado, farei neste ano um top 10 dos textos que mais gostei de ter escrito em 2015.

2015 não foi um ano bom em qualquer sentido. Não foi bom politicamente, não foi bom economicamente e também não foi bom aqui para o blog, já que em 2015 foram só 32 textos. Foi o ano em que escrevi menos textos, ganhando de 2011, quando foram apenas 37. Em contrapartida, nos Tumblr, mesmo com a folga de outubro, foram mais de 140 em cada um.

E ainda por cima, no ocaso de 2015, faleceu Lemmy Kilmister. Tanta gente poderia ter ido no lugar dele.

Mas chega de choradeira e de mimimi. Vamos então à bendita lista. Quem não leu, poderá lê-los e quem já leu, poderá lê-los novamente:
  • Previsões (infalíveis e previsíveis) para 2015. Dessa vez não fui eu. Todo ano a mesma ladainha de videntes prevendo o que vai acontecer para o ano que se inicia. Nesse texto, além das previsões (mais do que previsíveis e infalíveis) também teve uma reportagem mostrando como é dura a vida dos charlatões desse pessoal que vivem a prever o futuro.
  • Confirmado, o Acre existe e lá tem água. Enquanto em São Paulo, ainda havia vestígios da "crise hídrica".
  • Feliz dia mundial da água para você que faz a sua parte. No dia 22 de março, publiquei esse texto para parabenizar todos os trouxas que economizam água enquanto que as distribuidoras desperdiçam mais de 30% de toda água que elas entregam. E no caso do Rio de Janeiro o desperdício chega a ser de mais de 50%. Parabéns mesmo, trouxas.
  • Impedir usuário de usar Uber é absurdo. Impedir de usar Adblock, tudo bem, né?. O mesmo pessoal que ficou irado da proibição do uso do Uber (e assemelhados como WhatsApp, NetFlix, AirBNB, BlaBlaCar e outros) é o mesmo pessoal que quase quer iniciar uma guerra civil porque o usuário decide usar o Adblock no computador DELE, comprado com o dinheiro DELE e mantido com o dinheiro DELE. Eu ia escrever um outro texto sobre essa contenda, agora nem sei mais se eu vou.
  • Vaga de emprego não recomendada aos evangélicos. O Boticário com uma vaga de emprego disponível (aliás, em 2015, foi difícil algo assim acontecer). Será que evangélicos se candidataram a esta vaga?
  • Para que serve um vereador? Mas falando sério agora. Pois é. Campinas é conhecida como a terra onde nasceu Olavo de Carvalho e o boçalnaro (não é um orgulho ser da mesma cidade onde esses dois nasceram?) também é conhecida como cidade do vereador idiota. Só assim para classificar alguém que cria um PL (projeto de lei) intitulado "É gol da Alemanha". Valeu vereador-radialista.
  • VIVA!!! Estacionamento gratuito em Shopping por força da lei!!! Ou não... Como sempre, a era e a sociedade da (des)informação nunca me decepcionam. Um acontecimento que teve começo, meio e, principalmente, fim há quase 10 anos e os idiotas sofativistas do Facebook decidiram ressuscitá-lo.
  • Nossa filhinhos. Como vocês são engraçados. Ilha da Queimada Grande. O lugar com a maior concentração de cobras peçonhentas no mundo (aqui a diferença entre peçonhento e venenoso) e os néscios de Internet, com essa de querer politizar qualquer porra de assunto decidiram que esse seria um ótimo lugar para abrigar nossos valorosos políticos. Mas afinal, todos sabemos que políticos brotam no congresso e nas assembleias. Ninguém, absolutamente ninguém, os colocam lá. Pois é, em agosto eu estava inspirado. Acho que eram as férias chegando.
  • Confirmado: O Acre existe e sabe fazer hino. Por fim, esse texto. Enquanto no Acre tem água e tem um hino maravilhoso, em São Paulo falta água (ainda) e tem um hino medonho. Clica no link do texto que você pode ouvi-lo por sua conta e risco.
E o texto que eu mais gostei de ter escrito no ano passado:
  • Amanhã assume o congresso que realmente representa o povo. Em 2013 e 2014 houveram manifestações (ou micaretas fascistas? Sempre fico na dúvida) do Gigante que Acordou™. E uma das coisas que o Gigante que Acordou™ mais ficou de mimimi reclamou foi a cantilena de que os políticos não representam o povo.  E ainda por cima queria reverberar essa cantilena usando a Internet dos outros. Pois em 01/02/2015 assumiu o congresso que efetivamente representa o povo. Que por sinal era o mesmo da legislatura anterior. O Gigante Acordou™ e elegeu esta bosta aí, o PIOR congresso nacional da HISTÓRIA. Valeu gigante. Valeu, mesmo.
Eis aí o Top 10 de 2015. Espero que, quem não leu, possa aproveitar a leitura e gostar deles, assim como gostei de tê-los escrito.

E espero em 2016 ser mais ativo e prolífico (se bem que se for reparar, sempre tenho prometido isso).
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Últimos textos

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Onde me encontrar

Onde podem me encontrar

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST